Você sempre viveu rodeado por arte, arquitetura e design. A escolha pela arquitetura foi desde pequeno?
Venho de uma família de arquitetos. Meu pai – Ruy Ohtake – meu tio e minha mãe são arquitetos. A arquitetura faz parte das minhas referências diárias, foi um caminho natural.

Leia Mais
ENTREVISTA | RODRIGO OHTAKE

A filosofia do seu estúdio é “viver bem em ambientes encantadores” – conte um pouco como foi a transição da arquitetura para o design. 
A arquitetura continua muito presente em meu trabalho, costumo brincar que é uma questão de escala e tempos diferentes. Acho que meu processo criativo é moldado pelo pensamento arquitetônico, pela lógica dos materiais, funcionalidade e simplicidade. Isso é bem claro quando estou criando, desenhando ou detalhando uma peça nova. É claro que não abro mão do desenho técnico e 3D, mas adoro fazer maquete física e sentir as proporções na mão. Vejo o design como uma ferramenta para pensar em como as pessoas vivem, nas possíveis interações do objeto/mobiliário com os usuários e como tudo isso se relaciona com o espaço.

Leia Mais
Entrevista | Rahyja Afrange

Qual o conceito que inspirou o nome  Velt™ | design from rio de janeiro?
Quando fundamos a marca, tínhamos a intenção de revelar o lado criativo e do design produzido no Rio de janeiro. Um estilo original, baseado em conceitos de design, que unisse algumas dessas características: Masculino / Minimalista / Gráfico / Sutil / Equilibrado / Justo. E o nome traduz esse conceito.

Leia Mais
ENTREVISTA | Velt™ Design from rio de janeiro

Como é a dinâmica de criação como dupla?
Estamos esboçando alguma coisa nova todos os dias, com ou sem demanda. Algumas coisas começam em um croqui, outras começam com uma experiência feita com um pedaço de madeira na oficina… algumas coisas levam algumas semanas entre o primeiro esboço e o primeiro protótipo, outras levam anos…. Nessa dinâmica, a única regra é não ter regra.

Leia Mais
ENTREVISTA | LATTOOG