Julia Krantz desenhou seu primeiro móvel aos 10 anos. Era fã dos Beatles, assistia todos os documentários da banda e foi num deles que se encantou com a cama do John Lennon. “Ela era escavada no piso e eu quis ter uma igual. Como morava num apartamento, desenhei um tablado com alguns degraus para acessar o colchão. Foi um marceneiro conhecido do meu pai que executou a peça”, recorda-se.

Leia Mais
Julia Krantz, design e técnica em perfeita sintonia